Celebridades

Betoh Cascardo e Bernardo Langlott, voltam a ser vítimas de ataques homofóbicos nas redes sociais 

O casal homoafetivo Betoh Cascardo, influencer, e Bernardo Langlott, ator, está sendo mais uma vez alvo de ataques homofóbicos nas redes sociais. Betoh acabou de fazer uma faloplastia, cirurgia de aumento peniano, e postou o dia a dia do pré e do pós-operatório. “Eu fui para a clínica De faloplastia do Dr. Cláudio Eduardo de Souza, em Santa Catarina, para operar com ele e agora estão me atacando no meu Instagram. Não aguento mais nenhum abuso!”reclamou Betoh.

O influencer decidiu fazer o procedimento depois que o cantor sertanejo heterosexual Tiago Pirillo fez e teve um excelente resultado. O sertanejo operou na Clínica Transgender, onde o Dr. Cláudio Eduardo é sócio. “Escolhi o Dr. Cláudio porque é um dos melhores especialistas do Brasil na área. Esse tipo de cirurgia está se tornando muito comum no mundo todo,” explicou o influencer.

Os ataques começaram quando Betoh falou em seu Instagram que faria a cirurgia e se intensificaram depois dela. Um dos haters usou também o nome do presidente Bolsonaro se fazendo passar por um apoiador dele. “É inadmissível em pleno século XXI, existirem pessoas com esse comportamento tão agressivo em relação a vida alheia. Quando foi que nós deixamos de respeitar algum deles só pelo fato de estarmos felizes enquanto casal e vivendo? Eu estou num momento de recuperação muito delicado, e tudo isso acaba me fazendo muito mal. Não vou deixar barato, cada uma dessas pessoas que está nos atacando irá responder criminalmente. Homofobia é crime, e eu não vou ficar calado, disse Betoh.
Já Bernardo passou a ter insônia e ficou revoltado com o ódio gratuito contra seu namorado. Para ele, que já namorou várias mulheres famosas, esses crimes acabam prejudicando até a saúde das vítimas. “Ver essa gente atancando meu amor nesse momento é revoltante!! Um povo preconceituoso, pregador da moral e dos bons costumes, juízes da Internet e da vida alheia, munidos de ódio e rancor!!” Disse a ator.


O casal vai prestar queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, na Cidade da Polícia ainda essa semana. Além disso, vão contactar ONGs de apoio contra crimes de ódio e homofobia.

Fonte: Rio em foco

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo